Notícias

CASO DE SUCESSO - LACAN

Bioconstruções e permacultura são os diferenciais de empresa cuiabana de arquitetura

Bioconstruções e permacultura são os diferenciais de empresa cuiabana de arquitetura

Por André Souza e Vanessa Brito

A urgência de adotar um estilo de vida sustentável é uma das principais preocupações do Laboratório de Sustentabilidade da Can (Lacan), um empreendimento de Cuiabá (MT) especializado em projetos arquitetônicos que primam pela harmonização com a natureza. O Lacan foi fundado pelo arquiteto cuiabano João Lucas de Carvalho Neves, em 2015, depois que retornou de uma viagem à Austrália. Nesse país teve contato com comunidades que já adotaram práticas sustentáveis no dia a dia.

O estilo de vida sustentável australiano inspirou o arquiteto. “Fui a lugares incríveis, onde a sustentabilidade foi totalmente assimilada. Então, pensei: por que não implantar essa visão de mundo em Cuiabá?”, conta João.

O principal foco do Lacan é: propiciar uma rotina sustentável às pessoas por meio de projetos arquitetônicos baseados em soluções sustentáveis utilizadas, por exemplo em bioconstruções, que aplicam os princípios da permacultura.

Hoje, além de desenvolver os projetos, o empreendimento também atua no planejamento e gestão de obras junto aos clientes, profissionais, empresas e organizações. Sua clientela é diferenciada, pois é comprometida com o futuro melhor, diz o arquiteto.

"Criamos novos ambientes para estarem em harmonia com a natureza. A maneira como vivemos atualmente não é uma rotina harmônica, pois segue o pensamento linear. Tudo que fazemos gera resíduos”, exemplifica. “A ideia é enxergar os resíduos como recursos que alimentam outros microecossistemas da biodiversidade para gerar prosperidade", ressalta João.

O empresário já projetou e construiu casas no Paraná, Mato Grosso do Sul, Piauí, Distrito Federal e em Portugal.  Até momento, foram executados mais de 50 projetos, informa.

O Lacan também promove feiras e eventos para fomentar o mercado mato-grossense de produtos orgânicos e artesanais. Outro diferencial são as visitas guiadas para alunos de escolas e universidades para terem contato com práticas sustentáveis da arquitetura e construção.

"O Lacan é um laboratório de experimentos, um espaço destinado a formação de pessoas, construção de tecnologias sociais e promoção de experiências para uma vida sustentável", esclarece o arquiteto.

Bioconstruções

Nesse tipo de construção, a tecnologia é usada para criar soluções sustentáveis para a gestão de resíduos sólidos e gerar conforto térmico, inclusive reduzindo o uso de materiais e o custo final da obra.

As propostas do empreendimento para a bioconsrução consideram: a trajetória do sol, para aproveitar ao máximo a iluminação natural, considerando as mudanças de temperatura; a direção do vento (para criar fluxos de ventilação); e a opção por materiais naturais na execução da obra. Cada projeto é personalizado e desenvolvido para atender a necessidade de cada cliente.

Em Cuiabá, por exemplo, onde a temperatura chega a ultrapassar 40ºC, são necessárias soluções para isolamento térmico: as mais convencionais usam placas de isopor e aparelhos de ar-condicionado para refrigerar o ambiente.

As soluções nas bioconstruções, por outro lado,  adotam sistemas de captação e armazenamento de água da chuva para resfriamento de telhados e também para ser usada na limpeza de pisos e carros e rega de jardins; e reboco natural (mistura de terra local com estabilizador, que pode ser cal virgem, cimento ou até mesmo esterco bovino) ao invés de pintura  e acabamentos com produtos industrializados.

Outro diferencial dos projetos do Lacan é a implantação do banheiro seco - um sistema de saneamento que dispensa a descarga, eliminando assim o desperdício de recursos hídricos. No lugar da água é usado pó de serragem para minimizar odores e os dejetos são compostados e transformados em adubo orgânico.

Permacultura

O Lacan tem, ainda, como objetivo promover a conscientização e debates sobre a sustentabilidade para engajar pessoas na adoção dos princípios da permacultura, visando consolidar o conceito da bioconstrução no mercado.

A permacultura tem como premissas: o cuidado com a Terra, as pessoas e a partilha justa dos recursos naturais.) “É uma expressão originada do inglês “Permanent Agriculture” e foi criada por Bill Mollison e David Holmgren, na década de 70 do século passado. Ao longo dos anos, ela passou a ser compreendida como “Cultura Permanente”, pois passou a abranger uma ampla gama de conhecimentos oriundos de diversas áreas científicas, indo muito além da agricultura”, segundo o site da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

“Nos dias atuais, a permacultura transpassa desde da compreensão da ecologia, da leitura da paisagem, do reconhecimento de padrões naturais, do uso de energias e do bem manejar os recursos naturais, com o intuito de planejar e criar ambientes humanos sustentáveis e produtivos em equilíbrio e harmonia com a natureza”, de acordo com a mesma fonte.

"Além de desenvolver projetos arquitetônicos sustentáveis, o Lacan é um espaço de experimentação e disseminação de uma nova maneira de ver e viver o mundo", resume João. (http://www.labpermacultura.com/ )

   

  • Quinta-feira, 19 de Dezembro de 2019