Notícias

CASO DE SUCESSO - DUGIL PET CENTER

Petshop de Cuiabá investe em práticas e produtos sustentáveis

Petshop de Cuiabá investe em práticas e produtos sustentáveis

Por Maria Clara Cabral e Vanessa Brito

O animal de estimação é para muitos um membro da família. Partindo dessa premissa e incentivado pelo Sebrae MT, o empresário Jucélio Gilmar Veiga, idealizador e proprietário da rede de lojas Dugil Pet Center de Cuiabá (MT), se questionou: “como posso contribuir, enquanto empresa, para o futuro e bem-estar desses animais que fazem parte de nossas vidas?”. O empreendimento familiar tem 24 anos de mercado e estava se reinventando, três anos atrás.

A resposta foi trabalhar com produtos ecológicos e adotar práticas sustentáveis nos processos da empresa. Ele conta que, há mais de dez anos, promove a conscientização ambiental de sua clientela e dos colaboradores, a partir do próprio envolvimento e comprometimento com a sustentabilidade e a qualidade de vida dos animais.

Atualmente a rede Dugil Pet Center conta com três unidades na capital mato-grossense. As lojas atendem cães e gatos e oferecem serviços ambulatoriais, banho e tosa, além de produtos como ração, medicamentos, acessórios e brinquedos interativos. No mix de produtos, destacam-se: produtos ecológicos, marcas de ração sem transgênicos e petiscos das linhas fit e vegana.

A empresa comercializa como diferencial a linha de xampus naturais Pet Smack para cães e gatos, a base de extratos vegetais, manteiga de karité, entre outras matérias-primas.  O produto é natural, isto é, sem substâncias químicas como corantes e conservantes, e não arde os olhos dos animais.

“No nosso negócio, estamos preocupados não só com a beleza e o bem-estar do pet, mas também em criar um espaço para conscientizar as pessoas sobre meio ambiente e o futuro do planeta. A gente percebe que essa é uma necessidade e tendência mundial”, enfatiza Jucélio.

Empatia

Para comodidade da clientela, a Dugil chegou a trabalhar com serviço “pet taxi”. Porém, visando o real conforto do animal – seu principal cliente – a empresa optou por atender apenas por agendamento para reduzir o tempo dele na loja.

“Estamos fazendo um trabalho diferente no mercado cuiabano. Contratamos uma consultoria com profissionais do setor e, num trabalho que visa criar empatia, chegamos à conclusão de que o animal não gosta de viajar sem seu dono”, explica. “Do mesmo modo que não dá para mandar seu filho ao médico acompanhado por um colaborador”, compara o empresário.

A busca por empatia também fez o empreendimento se tornar pioneiro na redução de ruídos durante banho e tosa. “Os serviços de banho e tosa emitem muito barulho por conta dos motores 220v. Fizemos um teste de medição de ruídos emitidos pelos equipamentos e descobrimos que equivalem `a quantidade de decibéis de uma turbina de avião”, alerta. A capacidade auditiva dos animais pet é quatro vezes maior do que a do homem, argumenta Jucélio.

Práticas sustentáveis

A sustentabilidade é marca da Dugil não apenas pela oferta de produtos e serviços ecologicamente corretos. O conceito está presente no cotidiano da empresa. As três lojas possuem infraestrutura para captar água da chuva, usada na lavagem de carros, pisos e na rega de plantas.

Um sistema de tratamento de efluentes é outra boa prática da rede, composto por fossa e filtro que impedem que os pelos de animais e outros resíduos biológicos sejam descartados na rede pluvial -  não há rede de esgotamento sanitário na região.

“Assim como o cabelo humano, o pelo do animal chega a levar até 200 anos para se decompor completamente no meio ambiente”, ressalta.

A coleta dos pelos, armazenados em sacolas especiais para lixo hospitalar, é feita por uma empresa especializada que faz o descarte correto do material, a cada de 15 dias, por autoclavagem - este sistema substitui a incineração de resíduos biológicos,  sem usar fogo ou produtos químicos, combinando trituração, pressão e vapor.

No momento, uma horta vertical comunitária está sendo implantada nas lojas da rede usando paletes, pneus e garrafas pet. Verduras, temperos e legumes serão compartilhados com os colaboradores da empresa.

Emissões e energia fotovoltaica

A Dugil Pet Center foi o primeiro pet shop do Brasil a compensar emissões de gases efeito estufa por meio de créditos de florestas em parceria com o selo Forest Friend.

A cobertura das lojas já está pronta para receber painéis fotovoltaicos em 2020. Assim este empreendimento cuiabano vai se tornar, também, referência no uso de fonte de energia renovável e limpa no próximo ano. (www.dugil.com.br )

  • Sexta-feira, 13 de Dezembro de 2019