Notícias

CASO DE SUCESSO - GRAMA ROUPAS ECOLÓGICAS

Grife de moda sustentável é referência no país e articuladora do Brasil Eco Fashion Week

Grife de moda sustentável é referência no país e articuladora do Brasil Eco Fashion Week

Por Maria Clara Cabral e Vanessa Brito

A sustentabilidade está presente na vida da estilista Ana Sudano desde as pequenas práticas cotidianas até as grandes produções e eventos de moda. Com 20 anos de carreira e de mercado, ela é responsável pela marca Grama Roupas Ecológicas.  Criada há cinco anos, a pequena empresa envolve direta e indiretamente uma cadeia de fornecedores integrada por pequenos artesãos. A grife também conecta iniciativas de responsabilidade social, permitindo a abertura de novos espaços em um cenário criativo e consciente.

“Desenvolvemos produtos com qualidade e design atemporal, utilizando técnicas e materiais com menor impacto ambiental. Tecidos orgânicos, tecnologias limpas e de reciclagem, além do uso de pigmentos naturais e patchworks com retalhos, são alguns dos diferenciais da Grama”, afirma Ana.

Os tecidos são de fibras naturais como algodão orgânico, linho, juta, cânhamo e seda. A Grama também utiliza poliamidas com tecnologias biodegradáveis e tecnologias de reciclagem têxtil, como os tecidos desfibrados.

De consultorias à grife sustentável

Natural de Belo Horizonte (MG), a estilista construiu sua trajetória profissional atuando como consultora criativa para diversas marcas em MG, RJ e SP, entre elas Graça Ottoni, Alphorria, Patricia Motta, Printing e Animalle. Foi a partir desta vivência que surgiu o desejo de criar sua própria grife para cumprir o propósito de “estimular novos modelos de negócio com foco no desenvolvimento sustentável”.

Em 2014, a Grama Roupas Ecológicas foi lançada oficialmente no concurso ReadyToGo, que ocorre dentro do evento Minas Trend Preview, conquistando o primeiro lugar entre as marcas estreantes. “Foi onde recebemos os primeiros pedidos e encontramos nossos primeiros clientes”, conta Ana.

A Grama participou das três próximas edições do evento, expandindo fronteiras até realizar um desfile no Vancouver Fashion Week, em 2015. No ano seguinte, conquistou espaço na rede de lojas virtuais PopUP.

Atualmente as peças da marca estão presentes na Internet em  várias lojas que as revendem.   A Grama também participa de diversas feiras de moda, tanto no varejo como no atacado. A empresa está sediada em São Paulo (SP), onde  Ana mora. “Atendemos principalmente São Paulo e cerca de outras seis cidades no Brasil e exterior”, informa a estilista e empreendedora. Rafael Faria de Morais é sócio da grife sustentável.

Em 2014, a grife ecológica contou com consultorias de gestão e, no ano seguinte, de exportação do Sebrae de Minas Gerais. Recentemente, já em São Paulo, a empresa foi atendida pelo programa Agentes Locais de Inovação (ALI).

Impacto social e outras práticas

“Utilizamos materiais ecológicos, buscamos agregar valor aos produtos através de parcerias criativas e produtivas com artesãos, associações e pequenos produtores, valorizando saberes tradicionais”, destaca Ana.  A equipe da Grama Roupas Ecológicas é composta por dois colaboradores e uma rede de profissionais indiretos.

Desde a criação da empresa, as parcerias produtivas são consideradas um pilar fundamental do negócio. Capacitar, estimular e fomentar renda para pessoas em situação de vulnerabilidade social é uma premissa e desafio constante, segundo a empreendedora.

Para ela, empresas devem atuar como agentes transformadores da realidade, contribuindo com o desenvolvimento sustentável ao gerarem emprego e renda. “Erradicar a pobreza no mundo, por mais pretencioso que pareça, é uma motivação real”, enfatiza.

Outras práticas sustentáveis também fazem parte do cotidiano da Grama: o cuidado com a alimentação (priorizando os orgânicos), separação do lixo, atenção ao uso de água e energia, além da gestão dos resíduos têxteis em parceria com ONGs e associações de artesãos.

Além disso, Ana afirma priorizar tecidos nacionais de qualidade, atrelados a uma boa costura e atenção aos detalhes de modelagem, evitando a geração de resíduos. “Pagar o valor justo pela mão de obra envolvida é básico”, ressalta.

Brasil Eco Fashion Week

Para a empresária, são muitos os desafios de empreender no Brasil, diante de sua “legislação tributária complexa e economia oscilante”. Nesse cenário, se reinventar e se conectar cada vez mais com a clientela torna-se essencial para a sobrevivência no mercado. “Vender moda sustentável, desde 2014, nos mostrou o quanto é importante educar o consumidor para que ele entenda e perceba o valor real de uma roupa”, comenta.

Ana explica que existe uma concorrência internacional desleal no mercado da moda, devido aos custos de produção no Brasil. Por este motivo é importante trabalhar com transparência nos processos produtivos, de precificação e responsabilidade social e ambiental, que agregam valor aos produtos.

Formar e fortalecer uma rede de pequenos empresários sustentáveis da moda, promovendo a união do segmento para o crescimento coletivo, foi outra iniciativa da Grama, que norteou o modelo de negócio da marca.

Ana idealizou o Brasil Eco Fashion Week (BEFW), cuja primeira edição ocorreu em 2017, em parceria com outras marcas sustentáveis. O evento é realizado anualmente na capital paulista. A última edição ocorreu em novembro passado.

“O Brasil Eco Fashion Week nasceu como resultado de um encontro de amigos que desejavam estimular novos caminhos para a moda, a partir de diversas experiências que tivemos como empresários que buscam e priorizam atitudes mais sustentáveis. Assim criamos um espaço de visibilidade e incentivo de negócios para marcas comprometidas com as práticas de sustentabilidade”, explica estilista.

 No momento, o BEFW agrega cerca de 120 colaboradores e dezenas de empresas envolvidas no patrocínio, apoio e concepção das edições. O evento recebe empreendedores, profissionais, estudantes e consumidores de todas as Regiões Brasileiras, conectados com propósito de fazer da moda uma ferramenta de transformação.

 

  • Quarta-feira, 18 de Dezembro de 2019