Notícias

Caso de sucesso - Positiv.A

Produtos sustentáveis de limpeza consciente em frascos feitos de  lixo plástico das praias

Produtos sustentáveis de limpeza consciente em frascos feitos de lixo plástico das praias

Por Vanessa Brito

Soluções sustentáveis, naturais e biodegradáveis para limpeza doméstica, baseadas na economia circular e permacultura são o foco e propósito da empresa paulista Positiv.A, criada em 2014 pelo jovem administrador Alex Seibel.  “Acreditamos que um mundo consciente começa dentro de cada um e em casa”, diz ele.

Este empreendimento é um exemplo de empresa B, segmento de mercado que busca produzir de acordo com valores e ética, em busca de soluções para questões socioambientais. Lucro e rentabilidade não são os únicos resultados dos negócios, segundo as empresas B. Os empreendedores deste tipo de negócio acreditam que podem mudar o mundo e o rumo do capitalismo pelo bem-estar da humanidade e à continuidade da vida em nosso planeta.

O desenvolvimento dos produtos de limpeza consciente da Positiv.A considera todas as etapas do ciclo produtivo, consumo e pós-consumo, ou seja, desde a extração da matéria-prima, quem e como as extrai, os processos de fabricação, distribuição e comercialização até a logística reversa dos resíduos (embalagens), que retornam a um novo ciclo produtivo.

As soluções multiuso e outros itens de limpeza da marca são feitos com matérias primas 100% naturais, fornecidas por pequenos produtores da agricultura familiar e cooperativas de MG, PB e SP. As fórmulas dos produtos são desenvolvidas pela própria empresa. A produção é terceirizada e feita por pequenos fornecedores.

Mix de produtos

A linha de produtos de limpeza consciente da Positiv.A é composta por: multiuso concentrado (de laranja 5L e 1L); esfregão ecológico (feito de redes de pesca coletadas no oceano); bucha vegetal; lava louças neutro (5L e 1L); lava louças em pó para máquinas; pano orgânico atoalhado com imã; pano de prato orgânico (bege e branco); flanela orgânica natural (de algodão nas cores natural, bege, laranja); sacos para lixo orgânico; frasco borrifador; limpa vidro (de laranja); passa fácil (sem aroma).

Os clientes podem optar pelo  kit Ecobox, oferecido em  três  tamanhos: P, Office e G. Custam entre R$ 125 e R$ 549. São suficientes para a limpeza de residências e escritórios, durante meses.

As vendas do mix de produtos da Positiv.A são feitas via on line  no www.positiva.eco.br  e em lojas de produtos naturais, orgânicos e da economia circular nos estados de SP, RJ, MG, PR, SC, R,S DF, BA SE PB. A expansão da comercialização em lojas físicas não para de crescer no país, informa Alex.

Plástico da praia

As inovações da Positiv.A não param aí. Na segunda-feira (22/10), a empresa lançou a primeira embalagem feita de lixo plástico, coletado no litoral paulista. A parceria com a Boomera, empreendimento desenvolvedor de soluções em logística reversa, permitiu o desenvolvimento dos frascos com tecnologia 100% brasileira, a partir da matéria-prima descartada indevidamente nas praias.

Outra parceria importante foi com a ong Ecosurf, atuante no litoral sul de SP, que recolhe plásticos descartados na areia das praias, portanto antes de serem levados pelas ondas do mar. A partir de agora, os frascos inovadores vão embalar as soluções multiuso, limpa vidro, lava louça e passa fácil da marca.

O lançamento da novidade ocorreu durante a abertura da mostra de fotografias "Oceano Limpo" na Unibes Cultural em São Paulo (SP), que apresenta a importância da economia circular para a continuidade da vida. Fotógrafos renomados como Jordi Chias, John Cancalosi, Shawn Miller e Brian Lehmann são os autores das fotos em exposição, que fica em cartaz de 23 a 28 de outubro. A entrada é gratuita.

Certificações

Todos os produtos da Positiv.A possuem as seguintes certificações:

Empresa B - atesta empresas que produzem com propósito, de acordo com valores e ética em busca de soluções para questões coletivas e ambientais;

SVB-Selo Sociedade Vegetariana Brasileira - tem como objetivo de fomentar e fortalecer os ingredientes e produtos veganos em todos os elos da cadeia de fornecimento de alimentos, cosméticos, etc;

Agricultura Familiar - criada pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário para identificar produtos desse setor, que vem crescendo e se organizando para produzir cada vez mais e com mais qualidade;

Eureciclo -  faz a compensação ambiental das embalagens do mercado e certifica que a empresa certificada cumpra com a Política Nacional de Resíduos Sólido (a Positiv.A compensa 200% dos resíduos gerados por ela);

Capitalismo Consciente - selo do movimento que destaca líderes empresariais responsáveis, que repensam o porquê de suas organizações e reconhecem seu papel no mercado global interdependente e seu balanço avalia, também, o sucesso da empresa enquanto promotora  da qualidade de vida das pessoas.  

Fundador

Depois de trabalhar nos negócios da família no setor de cosméticos, Alex resolveu alçar voo solo. Antes de definir em qual segmento iria atuar, fez uma pesquisa pessoal, viajando e vivendo em diferentes lugares no Brasil e em outros países.

“Sou curioso e questionador. Como criar um negócio que fosse útil e ajudasse o meio ambiente e não fosse mais uma empresa com foco só em ganhar dinheiro”, relata como pensava.

Alex estava com 22 anos e acabara de se formar em Administração na Faculdade Mackenzie. Ao pesquisar experiências de vanguarda em sustentabilidade acabou se deparando com alguns assuntos como economia circular e permacultura. Após vivenciar e aprender sobre os dois temas, resolveu retornar à capital paulista para fundar a Positiv.A, inicialmente como consultoria em soluções ambientais.

Junto aos sócios Rafael Seibel e Marcella Zambardino, Alex conta que desenvolveram projetos para casas, fazendas e hotéis, solucionando questões relacionadas à manejo de água, eficiência energética e produção de alimentos orgânicos.

O questionamento sobre produtos de limpeza sustentáveis e menos impactantes ao meio ambiente surgiu e os levaram a iniciar a produção de itens biodegradáveis para a limpeza de residências. Para que tantos tipos de produtos em casa?, conta.

Criaram a solução multiuso 2 em 1 (à base de óleo de coco), que pode ser usada tanto para lavar roupas como louças. O produto é inovador no Brasil e vem em embalagem de vidro (reutilizável). Consequência: menos resíduos (embalagens) a serem descartados. A preocupação com este aspecto também gerou os frascos auxiliares borrifadores, que permitem diluir os produtos de limpeza consciente para renderem mais na limpeza.

A escolha dos fornecedores foi etapa importante do processo produtivo, buscando incluir e gerar oportunidades para pequenos produtores rurais e pessoas em situação de vulnerabilidade social, segundo o empresário.

“Fico feliz ao acordar na segunda feira. Quanto mais eu vender mais estarei ajudando o meio ambiente e as pessoas”, declara Alex. Ele acredita que está contribuindo para a evolução dos negócios e do capitalismo para um capitalismo com consciência social, ambiental e valores éticos.  (www.positiva.eco.br

 

 

  • Terça-feira, 30 de Outubro de 2018
  • Resíduos