Notícias

Roda de conversa

Mulheres indígenas de MT realizam encontro no Centro Sebrae de Sustentabilidade

Mulheres indígenas de MT realizam encontro no Centro Sebrae de Sustentabilidade

Por Vanessa Brito

Roda de Conversa de Mulheres Indígenas é o nome do evento realizado no auditório do Centro Sebrae de Sustentabilidade, nesta manhã (30), organizado pela Fepointe- Federação dos Povos e Organizações Indígenas de Mato Grosso.  Onze representantes das etnias Bakairi, Umutina, Kamaiurá, Juruna e Waurá participaram do evento. Esta foi a segunda edição da Roda de Conversa. A primeira foi, no ano passado, no mesmo local.

“Abril é o mês dos indígenas. Acabamos de chegar do acampamento Terra Livre (ATL), que aconteceu em Brasília, perto do Memorial dos Povos Indígenas. Estamos aqui passando as informações de como foi lá. Este encontro é também para dar visibilidade às mulheres de Mato Grosso e como estamos lidando com as boas práticas sustentáveis nas aldeias”, explicou Eliane Xumakalu, assessora da Fepointe.

Maisa Cuteme, da etnia Bakairi da Aldeia Kuiakuari, localizada no município de Paranatinga (MT) estava na plateia. “Temos de nos engajar mais. Temos de nos aliar para não perder o que já conquistamos. Muitos parentes estão sem terras, principalmente os Kaiowá e Guarani, apesar de ser uma reivindicação antiga”, diz ela.

Economia criativa e mídias digitais

Um dos temas tratados na Roda de Conversa foi ‘Economia criativa e o tabu do dinheiro’, apresentado por Isabel Taukane, mestre em Desenvolvimento Sustentável pela Universidade de Brasília (UnB).

Ana Eliza Lucialdo, descendente de indígenas e negros, psicanalista e mestre em Economia Criativa pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e mestre em Políticas Públicas pela Universidade de Girona (Barcelona/Espanha) falou sobre economia criativa como estratégia de desenvolvimento local.

Ela também explicou como as mídias digitais estão revolucionando a vida e a economia brasileira e global. “Estas tecnologias estão monetizando o conhecimento, a partir do capital intelectual”, destacou.

 As participantes da Roda de Conversa trouxeram produtos artesanais, feitos por elas, para comercializar e uma delas fez pinturas indígenas em alguns colaboradores do Sebrae MT. Depois do evento, participaram de visita guiada ao Centro Sebrae de Sustentabilidade.

  • Terça-feira, 30 de Abril de 2019