Notícias

Startup Weekend ODS Cuiabá - premiações

Plataforma que facilita logística reversa e apoia recicladores vence Startup Weekend ODS Cuiabá

Plataforma que facilita logística reversa e apoia recicladores vence Startup Weekend ODS Cuiabá

Por Vanessa Brito

CUIABÁ (MT) - Indústrias e empresas que são obrigadas pela legislação a fazerem a logística reversa de seus resíduos e as cooperativas de recicladores poderão trabalhar juntos, gerando mais reciclagem e créditos de reciclagem, que vão aumentar a remuneração de trabalhadores e cooperativas, que fazem a coleta e separação dos resíduos na capital mato-grossense.

Esta foi a solução vencedora do Startup Weekend Cuiabá chamada Reverso, uma plataforma que oferece alternativa às empresas e uma nova fonte de renda aos catadores e cooperativas.  As notas fiscais emitidas e referentes às vendas de resíduos às indústrias e empresas serão a base de cálculo para os créditos de reciclagem: 1 tonelada equivale a 1 crédito.

Estes créditos serão disponibilizados na própria plataforma para que empresas, que necessitam atender a lei, ou seja, realizar logística reversa, poderão adquirí-los. A startup Reverso será remunerada com 10% do valor das negociações. Desse modo, os recicladores também vão receber pelo serviço ambiental que prestam à cidade, além do valor dos resíduos coletados e vendidos. Para as empresas, o uso de créditos de reciclagem oferecerá uma solução eficiente e econômica para adequação à lei, contribuindo especialmente com o ODS 12 (Consumo e Produção Responsáveis) e 8 (Trabalho Descente e Crescimento Econômico).

O Brasil gera cerca de 80 milhões ton de resíduos sólidos/ano, dos quais 32% poderiam ser reciclados e transformados em dinheiro. Atualmente apenas 3% são reciclados, levantou a equipe Reverso. A startup que a plataforma pode agregar cerca de R$ 50 mil/mês a mais para todas as cooperativas de Cuiabá. Duas delas já estão cadastradas na Reverso. A solução também atende os ODS: 9 (Indústria, Inovação e Infraestrutura) e 11 (Cidades e Comunidades Sustentáveis).

“Se o lixo pode ser devolvido, a Reverso devolve”, afirmou Fernando Holanda, um dos integrantes da equipe vencedora. A equipe recebeu um cheque de R$ 500 da Launchers Inc, parceira da Techstars e outro cheque da agência de publicidade Mercatto, que vai cuidar da gestão de marca da startup.

ODS

O Startup Weekend ODS Cuiabá foi a primeira edição do evento no mundo, baseado nos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030, da qual o Brasil é signatário junto a 192 países. (Conheça os ODS no link: https://nacoesunidas.org/pos2015/ ). No fim de semana, foram realizados SW em São Paulo, Fortaleza e Cuiabá. Mais de 150 países promovem este evento, considerado o maior do planeta em empreendedorismo inovador. Neles são revelados soluções e modelos de negócios inovadores, muitos deles conquistam o mundo, depois de acelerados e escalados.

Doze equipes com cerca de dez pessoas/cada participaram da maratona de 54 horas (de 7 a 9/12), realizada pela Techstars, aceleradora da Google e parceiros (veja abaixo), no Centro Sebrae de Sustentabilidade (CSS) e Sebraelab do Sebrae MT.

A maioria dos participantes era jovem e atua como designers, programadores, desenvolvedores, estudantes universitários e empreendedores criativos. A partir dos ODS, eles definiam um problema a ser resolvido com ferramentas tecnológicas, levantavam dados, desenharam o protótipo e iam para as ruas validá-lo ou mudá-lo. Ao todo foram geradas 12 soluções com modelos de negócios diferenciados, que visam lucro, mas também têm o propósito de ajudar a sociedade e o mercado a enfrentarem desafios complexos, presentes nos ODS.

Jurados

O júri que decidiu a premiação foi composto por: Camila Cavallari da ONU Meio Ambiente; Daniel Latorraca, da Famato; Ulana Borges, Conselho Social da Fiemt; João Marcelo Okajima, Anjos do Brasil; e Suênia Sousa, gerente do CSS.

“Nosso estímulo e esperança é gerar oportunidades para vocês, jovens de Mato Grosso, e um país melhor”, disse José Guilherme Barbosa Ribeiro, diretor superintendente do Sebrae MT, no encerramento do SW Cuiabá.

Camila Cavallari, da ONU Meio Ambiente, foi um dos jurados do SW Cuiabá e afirmou que “as startups são pequenas, estão começando e é importante acompanhar eventos como este para conhecer soluções para questões sociais, ambientais e econômicas. É muito inovador o SW Cuiabá baseado nos ODS”, acrescentou.

Para João Marcelo, associado da entidade sem fins lucrativos que agrega cerca de 150 investidores de todo o país, a Anjos do Brasil, acompanhou atentamente os pitches (apresentações de 3 min/equipe). “Nós estamos sempre conhecendo as ideias inovadoras das startups e dos empreendedores inovadores para ajudá-los a crescer”, explicou.

Parceiros e doação

Os parceiros do evento foram: Univag, Titânia Telecom, Estuda.com, F1Mais Tecnologia, Santa Rosa Coworking, Guaraná Cuiabá, ONU Meio Ambiente, Startup MT, DevMT e Sebrae MT.

As refeições e lanches oferecidos aos participantes do evento, que não foram consumidos, foram doados a pessoas e imigrantes venezuelanos, que trabalham nas ruas de Cuiabá. 

2º lugar

Em segundo lugar, ficou a equipe Eu Guia, um aplicativo que conecta morador local, que será treinado para ser guia, e turistas que querem ter uma experiência cultural personalizada na cidade e região.  A ferramenta vai aumentar o fluxo de clientes para restaurantes e outros estabelecimentos cadastrados no aplicativo.

A equipe pesquisou e constatou que atualmente 46% dos turistas viajam a trabalho no país e gostariam de ter experiências culturais nas horas vagas e por meio de relacionamento com pessoas das cidades que visitam. Os estabelecimentos visitados pelo Eu Guia remuneram o aplicativo de acordo com o consumo dos turistas. Os guias serão treinados pela ferramenta, que também se compromete em cuidar da segurança e da privacidade dos visitantes. Corresponde aos ODS 8 e 9 (Emprego Digno e Crescimento Econômico; Indústria, Inovação e Infraestrutura).

3º lugar

A equipe Beelight conquistou o terceiro lugar com a proposta de um aplicativo voltado à inserção do público LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestir, transexuais e transgêneros) no mercado como empreendedores, já que as vagas de emprego são bem mais difíceis para eles.

Por meio de um aplicativo, profissionais de vários segmentos se cadastram para capacitar o público LGBT, visando aprimorar suas habilidades para se tornarem empreendedores. A equipe Beelight ouviu cerca de 100 pessoas, das quais 98% disseram que se cadastrariam no aplicativo, seja como instrutores ou profissionais que querem se aprimorar e se tornarem empreendedores. Há cerca de 18 milhões de LGBT no Brasil, que sofrem com a discriminação no mundo do trabalho, levantou a equipe. A Beelight ajudará no cumprimento dos ODS 4, 5, 8 e 10 (Educação de Qualidade; Igualdade de Gênero; Emprego Digno e Crescimento Econômico; Redução das Desigualdades). 

Menção Honrosa

A Menção Honrosa do SD Cuiabá foi para a equipe Orgânicos, que propôs a criação de uma rede de compostagem de resíduos orgânicos.  A ideia surgiu depois que buscaram dados sobre o lixão de Cuiabá, onde são descartados 550 ton/dia de resíduos misturados, dos quais 60% são orgânicos. A ideia é criar logística para a coleta e descarte de orgânicos para se fazer compostagem, gerando adubo, e assim reduzir as emissões de gás metano no lixão. Este prêmio reconheceu o esforço da equipe em resolver um grande problema da capital mato-grossense. A proposta atende os ODS: 4, 8, 11 e 13 (Educação de Qualidade; Emprego Digno e Crescimento Econômico; Cidades e Comunidades Sustentáveis; Combate às Alterações Climáticas).

 

Outras soluções

As outras soluções tecnológicas criadas na maratona foram as seguintes:

Moonlight – um website para conscientizar a sociedade sobre o vício em pornografia. Psicólogos, terapeutas, médicos, entre outros, vão integrar a ferramenta e ajudar pais, mães, casais, solteiros, escolas, instituições e governo a lidarem com o problema. O sistema garantirá a confidencialidade. Atende ao ODS 3 (Boa Saúde e Bem-Estar).

Connectus – uma plataforma on line com eventos técnicos e culturais da região para jovens de 15 a 29 anos, que têm dificuldade em saber o que está acontecendo e gostariam de participar.  A ferramenta faz a curadoria dos eventos, a gestão de ingressos, entre outros. Foram ouvidos em torno de 100 pessoas, das quais 87% disseram ter interesse no serviço. A remuneração da Connectus seria feita pelos consumidores e gerados de conteúdos. Corresponde aos ODS 4, 11 e 12 (Educação de Qualidade Cidades e Comunidades Sustentáveis; Consumo e Produção Responsáveis).

Cardume – plataforma on line de projetos de sustentabilidade e pessoas/ empresas/ instituições que podem contribuir para que sejam realizados. Será uma espécie de vitrine de bons projetos para alcançarem patrocínio. Trata-se de um mercado de R$ 582 milhões, segundo a equipe levantou. Pessoas e empresas poderão fazer doações para os projetos cadastrados pela curadoria da plataforma. A remuneração será de 1% do valor de cada projeto patrocinado. Proposta corresponde aos ODS: 10, 11, 16 e 17 (Redução das Desigualdades; Cidades e Comunidades Sustentáveis; Paz, Justiça e Instituições Fortes; Parcerias em Prol das Metas).

ClickChê – plataforma market place para fazer a conexão entre artesãos que fazem crochê, tricô e ponto cruz e consumidores. A equipe optou por esta solução depois de verificar a dificuldade de acesso a mercado dos artesãos de trabalhos em linha, que serão apresentados na ferramenta. Existem 574 artesãos formalizados em MT. A plataforma vai estimular a formalização e também fará curadoria dos trabalhos, que serão enviados via Correios aos compradores. A remuneração da ClickChê será de 10% do valor da compra. Atende aos ODS 5 e 8 (Igualdade de Gênero; Emprego Digno e Crescimento Econômico).

Produtor Aqui – plataforma market place ajudará consumidores a encontrar agricultores familiares para comprar verduras, legumes, frutas, etc A solução foi criada para resolver a dificuldade das pessoas em encontrar pequenos produtores rurais na Internet. Hoje em dia, a maioria quer adotar alimentação saudável e saber de quem e de onde estão comprando alimentos. A plataforma pretende estimular a economia local e o consumo de produtos locais. Cuiabá importa 57 mil ton/ mês de hortifrúti de outros estados. Os agricultores familiares pagam R$ 25 para se cadastrarem e 2% do total da venda gerada ao site. A estimativa aponta que poderá gerar R$ 20mil em vendas/semana. Proposta corresponde aos ODS 3, 8 e 11 (Boa Saúde e Bem-Estar; Emprego Digno e Crescimento Econômico; Cidades e Comunidades Sustentáveis)

Pet Vet Digital – Plataforma de relacionamento digital para facilitar o contato entre médicos veterinários e donos de animais domésticos (cães e gatos), visando especialmente aumentar as consultas de medicina preventiva. A solução busca resolver a dificuldade dos donos de pets em levar e buscar seus animais em consultas. Uma rede de veterinários se cadastra na ferramenta e o custo mínimo é estipulado em R$ 100 para consulta domiciliar. O mercado pet nacional é estimado em R$ 20 bilhões, mas apenas 7,7% correspondem as consultas veterinárias, geralmente para vacinas, mas raramente para prevenção. O segmento pet brasileiro é considerado o segundo maior do mundo. A remuneração do site será de 15% do valor do serviço agendado e prestado. Atende aos ODS 3,8 e 17 (Boa Saúde e Bem-Estar; Emprego Digno e Crescimento Econômico; Parcerias em Prol das Metas)

Lua Leve – aplicativo para conectar consumidores de alimentação saudável, no período noturno, e produtores de pratos com esta característica e serviço de entrega domiciliar. A dificuldade de obter pratos e lanches, depois da jornada de trabalho e escolar, entre 18 a 23h, levaram a equipe a criar esta solução. A ideia é conectar consumidores, cozinheiros e motociclistas que fazem delivery. A ferramenta também atenderá nos finais de semana, quando há também muita demanda. Os fornecedores serão capacitados pela Lua Leve em segurança alimentar, empreendedorismo (preferência para MEI-Microempreendedores Individuais) etc Idem os transportadores. O ticket médio custa de R$ 18 a R$ 25, já com a entrega. A demanda real é de 20 refeições/ cozinheiro/transportador/noite. Cem pessoas foram entrevistadas para montar o aplicativo. Três cozinheiras, um entregador e 20 clientes já estão cadastrados. A estimativa de faturamento do aplicativo é de R$ 80 mil/mês. Proposta corresponde aos ODS 8 e 12 (Emprego Digno e Crescimento Econômico; Consumo e Produção Responsáveis).

Infobus – sistema de rastreamento de ônibus intermunicipais e interestaduais para terminais rodoviários, empresas de viação e passageiros. A falta de informação e suporte ao usuário de ônibus no país é um grande problema. A equipe do Infobus levantou os seguintes dados: cerca de 93 milhões de pessoas viajaram de ônibus em 2016 no Brasil, totalizando 3,5 milhões de viagens feitas por 1.350 empresas de viação. A ideia é instalar rastreadores nos ônibus das empresas que se interessarem pelo serviço, que vão informar via aplicativo sobre o status da viagem (como acontece nos aeroportos), que será divulgado em painéis e totens nas rodoviárias. O público-alvo do sistema são os administradores de terminais rodoviários, empresas de transporte coletivo. O Infobus será remunerado por mensalidades dos clientes cadastrados e venda dos painéis nas rodoviárias. Este sistema corresponde aos ODS 9 e 11 (Indústria, Inovação e Infraestrutura; Cidades e Comunidades Sustentáveis).

 

Mais informações:

Assessoria de imprensa CSS: (65) 3648.1215 / 996853004 (Vanessa Brito)

Assessoria de imprensa Sebrae MT: (65) 3648.1213

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018

Conteúdos relacionados

Começa a maratona de inovação e tecnologia em Cuiabá

Começa a maratona de inovação e tecnologia em Cuiabá

Mais de cem pessoas participam do Startup Weekend Cuiabá, até domingo (9) no Sebrae MT; este evento é realizado em mais de 150 países e nele costumam surgir soluções e negócios surpreendentes, que podem conquistar o mundo e render muito dinheiro

Ler Mais
 Evento de construção de startups em Cuiabá  terá foco nos ODS

Evento de construção de startups em Cuiabá terá foco nos ODS

No próximo fim de semana (de 7 a 9/12), cerca de 100 estudantes e empreendedores de soluções e negócios digitais participarão do Startup Weekend Cuiabá na sede do Sebrae MT, uma imersão de 54 horas, baseada em metodologias da Google

Ler Mais