Eficiência energética

O índice de radiação solar do Brasil é um dos mais altos do mundo. Com tanta abundância, a iluminação natural é um fator fundamental quando se pensa em construir uma casa ou empresa de forma sustentável, seja para garantir iluminação adequada, economizar energia elétrica ou
tornar o ambiente mais agradável.

Segundo a doutora em Tecnologias Energéticas e Ambientais, Claudia Amorim, em entrevista ao Portal EcoD, a energia elétrica usada em edifícios corresponde a 45% do consumo total de energia elétrica do Brasil. Portanto, a substituição das lâmpadas pela iluminação natural pode ter um impacto significativo nas contas no final do mês.

No entanto, mais do que uma questão de economia, o uso da iluminação natural está diretamente ligado à saúde, bem-estar, conexão com ambiente e produtividade. No prédio do Centro Sebrae de Sustentabilidade, a iluminação natural está presente em todos os locais. Toda a fachada possui vidros, fazendo com que, ao longo do período de trabalho, sejam raras as ocasiões em que a iluminação artificial é acionada. Quando necessário, utiliza-se lâmpadas de alta eficiência energética (led) e luminárias individuais em cada mesa.



BRISES

Para controlar a entrada de luminosidade, a parte lateral do prédio possui um sistema de peças de alumínio tipo brises. Também conhecidos pela expressão francesa brise-soleil ("quebra sol"), os brises são elementos sombreadores. No caso do CSS, os brises são controlados manualmente, abrem ou fecham conforme a incidência solar. Em locais de difícil acesso, há a opção do controle por computador. Além de regular a luminosidade do ambiente, os brises ainda cumprem a função de fornecer privacidade ao ambiente interno, uma vez que bloqueia parte da visibilidade a partir do exterior do edifício.

 

LAMPADAS SOLARES

Para corrigir a iluminação na parte central do prédio, foram instaladas lâmpadas espelhadas. Em formato de bulbo, elas captam a luz solar do exterior e geram, a partir de espelhos em sua superfície interna, um fluxo luminoso concentrado e dirigido.

 

PROCEL NIVEL A

Em 2013, o CSS conquistou duas etiquetas Nivel A do Procel Edifica, fornecida pela Eletrobras e Programa Nacional de Conservação de Energia (Procel), em parceria com o Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE) do Inmetro: uma para 'Projeto' e outra para 'Edificação Construída'. Este selo destaca o CSS como exemplo em Eficiência Energética e conforto ambiental. Desse modo, se tornou a primeira edificação mato-grossense certificada pelo Procel Edifica, ressaltando a importância e necessidade de reduzir o consumo de energia, seja como prática para poupar recursos naturais, seja para diminuir custos das empresas. 

 

Navegue entre os ícones e conheça as outras técnicas utilizadas no prédio:

CENTRO SEBRAE DE SUSTENTABILIDADE

Av. Hist. Rubens de Mendonça, 3.999 - CPA
Cuiabá/MT
CEP: 78050-904

Telefone: (65) 3648-1200